.

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Pastor Silas Malafaia no Programa do Ratinho do SBT (Veja entrevista completa)

O Pastor Silas Malafaia, líder da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, esteve na quinta feira  (30.05)  no Programa do Ratinho, respondendo a várias perguntas do apresentador e de pessoas da rua. Acho interessante dizer que os dois são muito parecidos na forma de falar: são muito francos. Pastor Silas foi aplaudido várias vezes, depois de suas respostas para alguns temas. O que vou escrever abaixo não são, literalmente, as palavras do Pastor, mas o que entendi e guardei na memória.

A pergunta mais interessante que achei foi sobre sua opinião sobre o programa bolsa-família. Pr. Silas respondeu que nenhum país pode se tornar auto-suficiente  com um povo subserviente. Ele comentou que a ajuda deveria ser dada até certo ponto, pois tem conhecimento de caso de pessoas que juntou dinheiro do bolsa-família para comprar bolsa de marca. E ele não falou a marca, para não fazer propaganda gratuita. Disse que o trabalho é que faz uma nação poderosa e não auxílios para que as pessoas fiquem em casa sem trabalhar. Lembrou que, embora não aprove várias ideias do ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso (a descriminalização da maconha) foi ele que instituiu o programa social que hoje é conhecido como bolsa-família - verdade seja dita.

Veja vídeo com entrevista completa e comente:





Uma pessoa perguntou se quem ganha o salário mínimo deve dar o dízimo. A resposta do pastor foi que, só dá o dízimo que crê em Deus. Afirmou que muita gente que não crê, e que nunca pois o pé em uma Igreja Evangélica, vem com esta conversinha tosca. Disse que está na Bíblia, e que os ímpios não dão e ainda criticam os crentes que dizimam. O Pastor comentou que estava construindo uma nova Sede para a Igreja Evangélica Assembleia de Deus Vitória em Cristo no Rio, para ficar pronta mais ou menos em um ano e que o custo da obra está orçado em R$ 12 milhões. Ele disse um anjo  não iria descer do céu com um cheque assinado por JEOVÁ, para ser sacado em conta do Banco do Céu. Afirmou que os recursos para a construção do templo, com capacidade para 6.000 sentadas, eram  ofertados pelos próprios crentes.

Ratinho perguntou se os pastores não estão fazendo politica demais, em vez de cuidar das ovelhas. Pastor Silas foi enfático e disse que não. Respondeu para o apresentador que existem 400 mil pastores evangélicos no Brasil, e que a quantidade de pastores que estão na representação política é ínfima.

Perguntado sobre os atritos entre o Bispo Edir Macedo e o Apóstolo Valdemiro ainda existem. Pastor Silas disse que isto já é coisa do passado e que os dois já se perdoaram e estão cada um cuidando do seu trabalho, em paz.

Sobre o casamento gay, quando perguntado, o Pastor disse que o homossexualismo existe deste os primeiros tempos bíblicos, mas que ativismo gay é coisa dos últimos 20 anos. Disse ser contra a adoção de crianças por par de  homossexuais, porque isto vai desnortear a formação da personalidade de crianças. Falou que o primeiro contato de uma criança  é a figura da mãe. Falou que a figura do pai é que faz a primeira ruptura do relacionamento social da criança. Então, arrematou que quando não houver a figura paterna na adoção de crianças por pares de homossexuais, as consequências (ruins) disso só vão aparecer daqui a 20 ou 30 anos. No decorrer desta pergunta, Ratinho interrompeu o assunto para contar uma piada pesada.

Ratinho perguntou se ele não ficou chateado com a jornalista Marília Gabriela, devido a postura da apresentadora na entrevista com ele "De Frente com Gabi" do começo do ano. Ratinho perguntou também se e Pastor não tinha ficado muito nervoso durante a entrevista. Pastor Silas Malafaia aproveitou para elogiar a inteligência e o preparo da Gabi, afirmou que ela é uma dos três melhores entrevistadores da TV brasileira, mas, comentou, que ela se perdeu durante a entrevista, quando abandonou a posição de entrevistadora para ser debatedora dos assuntos que estava perguntando. Naquela circunstância, disse o Pastor, eu parti prá cima.

Pastor Silas foi muito elogiado pelo apresentador Carlos Massa, quando este comentou que o Pastor era um figura muito influente no meio religioso, que há pouco menso de uma semana tinha levado cerca de 500 mil pessoas na Marcha para Jesus na Cidade do Rio de Janeiro. 

Aproveitando a oportunidade, Pastor Malafaia convidou todo povo cristão, seja católico ou crente a participar da Manifestação do próximo 05 de junho, na Praça dos Três Poderes, em Brasília, às 03 horas da tarde, em favor da família e da liberdade de expressão.

Ratinho perguntou quem iria discursar em Brasília, e o Pastor disse que lá estariam muitos pastores, deputados, senadores, líderes católicos, e que depois do Ato, muitos cantores evangélicos fariam um grande show para os presentes. Citou nominalmente o artista Thales.

Pastor Silas também foi questionado se não tinha sido processado pelo deputado Jean "Williams" Ao que o Pastor disse que foi arrolado em um processo desse parlamentar contra o Pastor Marcos Feliciano, hoje presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Câmara Federal. O pastor disse que quanto seu advogado foi tomar ciência dos autos de uma acusação de mais de 40 folhas, encontrou a citação do nome do Pastor em duas linhas. Ao que levado ao conhecimento do Juiz, este não aceitou o argumento da queixa-crime do deputado gay Jean "Williams".

No final da entrevista, o Pastor Silas Malafaia pediu um minuto de tempo ao Ratinho para proferir uma benção para o apresentador, auxiliares e para todo o auditório do Programa do Ratinho, atitude que foi bem recebida e muito aplaudida. Com informações do Blog  Olharcristao/João Cruzue 

Nenhum comentário: