.+

domingo, 11 de setembro de 2016

Cristão idoso arrisca a própria vida para Evangelizar na Coreia do Norte




Minho* é um colaborador da Portas Abertasque trabalha no país mais fechado do mundo e o que mais hostiliza o cristianismo: Coreia do Norte. Para o governo norte-coreano os cristãos são vistos como desprezíveis. Realizar trabalhos de evangelização por lá é uma tarefa perigosa, aqueles que se arriscam a levar as boas novas de Cristo fazem isso sabendo que correm risco de vida. Declarar-se um cristão é uma ofensa à liderença da nação.


Contudo Minho, em seus setenta anos, ainda viaja para vilas que ficam em regiões fronteiriças, por amor aos refugiados norte-coreanos escondidos, só para compartilhar com eles o evangelho e falar de Jesus, por meio de alguns impressos que costuma carregar. No mês passado, porém, o colaborador foi confrontado por um ladrão que o espancou em uma rua escura, onde não havia ninguém para socorrê-lo. Ele não se importou em sair todo machucado da situação, e ainda seguiu louvando a Deus, pois o ladrão não levou seu material tão valioso que usa para evangelizar.

O que impulsiona esses guerreiros norte-coreanos a continuar evangelizando mesmo sabendo que estão expostos a situações perigosas é o fato de saberem que irmãos do mundo inteiro oram por eles. O apoio da igreja livre é essencial para que a Igreja Perseguida tenha êxito em manter o evangelho vivo em nações tão hostis. A sua intercessão pela igreja na Coreia do Norte tem mais valor do que você imagina.



*Nomes e imagem alterados por motivos de segurança.

Pedidos de oração
- Ore por Minho, para que seja protegido durante suas viagens. Mesmo com idade avançada ele ainda continua perseverando em sua missão. Peça ao Senhor para fortalecê-lo e sustentá-lo em todos os seus caminhos.

- Clame por todos os cristãos perseguidos na Coreia do Norte, para que alcancem outros corações, e assim, a igreja permaneça viva.

- Interceda pelos prisioneiros, para que suportem todas as dificuldades.

- Peça também pelos perseguidores, para que também sejam impactados pelo amor de Cristo.Fonte: Portas Abertas



Nenhum comentário: